Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 14 de maio de 2015

XI Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre 2015 no CineBancários

      A 11ª edição do Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre (Fantaspoa) apresenta, de 15 a 31 de maio, 71 longas e 48 curtas-metragens de mais de 30 países, em mostras competitivas e sessões especiais. As exibições serão no CineBancários e no Cine Santander.

Sinopse, trailers e ficha técnica dos filmes: http://www.fantaspoa.com/2015/






GRADE DE HORÁRIOS FANTASPOA:

15 de maio (sexta-feira)
15h - Starry Eyes, de Kevin Kölsch e Dennis Widmyer
17h - O Que Fazemos Nas Sombras, de Taika Haititi e Jemaine Clemaint
19h - Dead Snow 2: Red Vs. Dead, de Tommy Wirkola
21h30 - Deathgasm, de Jason Lei Howden - Sessão comentada pelo diretor neozelandês Jason Lei Howden

16 de maio (sábado)
13h - Curtas Internaionais I: Goat Wich / Le bal des Méduses / Metamorfoza / Calf Life / Bernards Springtime / Mr. Dentonn / Ratas / If It Turns Bad, Run / Anómalo / Breaths.
15h - Curtas Internacionais II: Time Trap / Dinner for Few / Nightsatan and the Loops of Doom / Luna / Peine de Mort / I`m a Sharpener / Omega.
17h - Curtas Nacionais I (Sessão comentada com os diretores Joel Caetano, Ulisses da Motta Costa, Fernando Sanches, Rafael Duarte, Taísa Ennes Marques, Tatiane Enzweiler e Dante Vescio): Fail Play Fair Pay / Judas / Kassandra / Mariane com E / Caçador / M is for Mailbox / Servido com Candura. - Sessão comentada com os diretores Joel Caetano, Ulisses da Motta Costa, Fernando Sanches, Rafael Duarte, Taísa Ennes Marques, Tatiane Enzweiler e Dante Vescio.
19h - Amuleto, de Jeferson De e Cristiane Arenas - Sessão comentada pelo diretor brasileiro Jeferson De
21h30 - Condado Macabro, de André de Campos Mello e Marcos DeBrito (Sessão comentada pelos diretores brasileiros André de Campos Mello e Marcos DeBrito)

17 de maio (domingo)
13h - Curtas Internacionais III: M is for Marriage / Mycelium / Pandy / The Obvious Child / The Age of Rust / Sweet Cocoon / Dos gatos / The Stomach / Entity / The Herd.
15h - Curtas Internacionais IV: Day 40 / Rabbitland / Dead Hearts / Fortune Faded / Invaders / The Boy With a Camera For a Face / El gigante / Safari / Óscar Desafinado.
17h - Curtas Nacionais II: Repolho / Nua por Dentro do Couro / O Segredo dos Adultos / Blaxploitation: A Rainha Negra / Caveirão / Pray.
19h - A Capital dos Mortos 2, de Tiago Belotti (Sessão comentada pelo diretor brasileiro Tiago Belotti) - Sessão comentada pelo diretor brasileiro Tiago Belotti
21h30 - As Fábulas Negras, de Rodrigo Aragão, Petter Baiestorf, Joel Caetano e José Mojica Marins  - Sessão comentada pelos diretores brasileiros Rodrigo Aragão, Petter Baierstorf e Joel Caetano

18 de maio (segunda-feira)
15h - Dealer, de Jean Luc Herbulot
17h - As Fábulas Negras, de Rodrigo Aragão, Petter Baiestorf, Joel Caetano e José Mojica Marins
19h - Deserto Azul, de Eder Santos (Sessão comentada pelo diretor brasileiro Eder Santos e o produtor brasileiro André Hallak)
21h30 - Extermínio 2, de Juan Carlos Fresnadillo - Sessão comentada pelo diretor espanhol Juan Carlos Fresnadillo

19 de maio(terça-feira)
15h - Gothic Lolita Battle Bear, de Noboru Iguchi
17h - O Homem da Jaqueta Laranja, de Aik Karapetian
19h - Killers, de Kimo Stamboel e Timo Tjahjanto
21h30 - Prematuro, de Dan Beers

20 de maio (quarta-feira)
15h - Hollow, de Ham Tran
17h - Liza, A Fada Raposa, de Károly Ujj Mészáros
19h - Starry Eyes, de Kevin Kölsch e Dennis Widmyer
21h30 - 13 Histórias Estranhas, de Fernando Mantelli, Ricardo Ghiorzi, Claudia Borba, Petter Baiestorf, Marcio Toson, Cesar Coffin Souza, Rafael Duarte e Taisa Ennes Marques, Gustavo Fogaça, Renato Souza e Leo Dias de los Muertos, Paulo Biscaia Filho, Felipe M. Guerra, Filipe Ferreira e Cristian Verardi (Sessão comentada pelos criadores do projeto Ricardo Ghiorzi e Felipe M. Guerra, e outros diretores)

21 de maio (quinta-feira)
15h - True Love Ways, de Mathieu Seiler
17h - Dealer, de Jean Luc Herbulot
19h - The Frame, de Jamin Winans
21h30 - Turbo Kid, de François Simard, Anouk Whissell e Yoann-Karl Whissell (Sessão comentada pelos diretores canadenses Francois Simard, Anouk Whissell e Yoann-Karl Whissell)

22 de maio (sexta-feira)
15h - O Homem da Jaqueta Laranja, de Aik Karapetian
17h - Man From Reno, de Dave Boyle
19h - Re-Animator: A Hora dos Mortos-Vivos, de Stuart Gordon
21h30 - Do Além, de Stuart Gordon (Sessão comentada pelo roteirista norte-americano Dennis Paoli)

23 de maio (sábado)
13h - Gothic Lolita Battle Bear, de Noboru Iguchi
15h - Prematuro, de Dan Beers
17h - Dead Snow 2: Red Vs. Dead, de Tommy Wirkola
19h - Zumbi 2: A Volta dos Mortos, de Lucio Fulci
21h30 - Terror nas Trevas, de Lucio Fulci (Sessão comentada pelo músico italiano Fabio Frizzi)

24 de maio (domingo)
13h - Liza, A Fada Raposa, de Károly Ujj Mészáros
15h - 13 Histórias Estranhas, de Fernando Mantelli, Ricardo Ghiorzi, Claudia Borba, Petter Baiestorf, Marcio Toson, Cesar Coffin Souza, Rafael Duarte e Taisa Ennes Marques, Gustavo Fogaça, Renato Souza e Leo Dias de los Muertos, Paulo Biscaia Filho, Felipe M. Guerra, Filipe Ferreira
e Cristian Verardi
17h - Waste Land, de Pieter Van Hees
19h - O Canal, de Ivan Kavanagh
21h30 - Os Últimos dos Sobreviventes, Thomas S. Hammock (Sessão comentada pelo roteirista Jacob Forman)

25 de maio (segunda-feira)
13h - Hollow, de Ham Tran
15h - O Que Fazemos nas Sombras, de Taika Waititi e Jemaine Clement
17h - Natureza Morta, de Gabriel Grieco (Sessão comentada pelo diretor argentino Gabriel Grieco)
21h30 - O Bunker, de Nikias Chryssos (Sessão comentada pelo diretor alemão Nikias Chryssos)

26 de maio (terça-feira)
15h - Os Últimos dos Sobreviventes, Thomas S. Hammock
17h - Turbo Kid, de François Simard, Anouk Whissell e Yoann-Karl Whissell
19h - The Frame, de Jamin Winans
21h30 - Violador, de Dodo Dayao

27 de maio (quarta-feira)
15h - Natureza Morta, de Gabriel Grieco
17h - Ninja Torakage, de Yoshihiro Nishimura
19h - Killers, de Kimo Stamboel e Timo Tjahjanto
21h30 - O Inverno, de Konstantinos Koutsoliotas (Sessão comentada pelo diretor grego Konstantinos Koutsoliotas e pela produtora e roteirista norte-americana Elizabeth E.)

28 de maio (quinta-feira)
15h - O Canal, de Ivan Kavanagh
17h - Lobocop, de Lowell Dean
19h - True Love Ways, de Mathieu Seiler
21h30 - Stung, de Benni Diez (Sessão comentada pelo diretor alemão Benni Diez)

29 de maio (sexta-feira)
15h - O Inverno, de Konstantinos Koutsoliotas
17h - Violador, de Dodo Dayao
19h - O Bunker, de Nikias Chryssos
21h30 - Spring, de Justin Benson e Aaron Moorhead (Sessão comentada pelos diretores norte-americanos Justin Benson e Aaron Moorhead)

30 de maio (sábado)
13h - Lobocop, de Lowell Dean
15h - Spring, de Justin Benson e Aaron Moorhead
17h - Man From Reno, de Dave Boyle
19h - Stung, de Benni Diez
21h30 - Night of the Living Deb, de Kyle Rankin (Sessão comentada pelo ator norte-americano Michael Cassidy)

31 de maio (domingo)
13h - Ninja Torakage, de Yoshihiro Nishimura
15h - Night of the Living Deb, de Kyle Rankin
17h - Scherzo Diabólico, de Adrián García Bogliano (Sessão comentada pelo diretor espanhol Adrián García Bogliano e a produtora mexicana Andrea Quiroz Hérnandez)
19h - A Casa do Fim dos Tempos, de Alejandro Hidalgo

21h30 - Toda la Noche, de Jimena Monteoliva e Tamae Garateguy (Sessão comentada pelas diretoras e roteiristas argentinas Jimena Monteoliva e Tamae Garateguy)

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Cinedebate no Cinebancários


      Na segunda-feira, dia 11 de maio, haverá o Cinedebate no CineBancários, na seesão das 18h30. "Você sabe o que poesia e política têm em comum? Qual a importância da poesia no amadurecimento pessoal do ser?". Essas e muitas outras perguntas serão respondidas nos comentários de William Moreno Boenavides, mestre e doutorando em letras pela UFRGS, além de ser escritor, poeta e militante. O filme exibido será "O Carteiro e o Poeta", de Michael Radford, e a entrada é gratuita. 


quarta-feira, 6 de maio de 2015

Estreia e sessão especial de “Um Sonho Intenso” no CineBancários


O CineBancários estreia com exclusividade o documentário “Um Sonho Intenso”, de José Mariani, no dia 7 de maio (quinta-feira) nas sessões das 17h e 19h, sendo que a última será gratuita no dia da estreia e contará com um debate após a exibição com o diretor do longa-metragem. O filme trás os depoimentos e discussões de renomados economistas e historiadores sobre os avanços socioeconômicos do Brasil e analisam os principais erros e acertos do processo de industrialização nacional, indo a fundo nas origens do subdesenvolvimento. 

SESSÃO ESPECIAL:
Quando: Dia 7 de maio
Horário: 19h
Preço: Gratuito
Descrição: Debate após a sessão gratuita do filme “Um Sonho Intenso” com o diretor do longa e cineasta, José Mariani, o historiador e político, Raul Pont, e o economista, mestre de desenvolvimento e doutorando pela UFRGS, Sergio Kapron. O encontro vai ser mediado pelo crítico de cinema e jornalista da Zero Hora, Marcelo Perrone. 


SOBRE O FILME:
O cineasta José Mariani já realizara um documentário exemplar - "O Longo Amanhecer: Cinebiografia de Celso Furtado" – que conquistou uma menção honrosa no festival É Tudo Verdade, de 2007.
Como um tema tão árido como economia podia se transformar em um filme agradável, instigante e ao mesmo tempo muito claro e denso? Pois Mariani mostrou que é possível, sim, e volta à carga neste ano de 2014 com um novo documentário - "Um sonho intenso" - que retoma por um outro viés a temática do desenvolvimentismo, tônica do primeiro trabalho.
"Este documentário, de certa forma, é um desdobramento daquele sobre o Celso Furtado. Só que desta vez o protagonista é o processo, uma visão de história que inclui a parte social, cultural, econômica. Uma forma de ver a economia de modo orgânico", explica o diretor José Mariani.
"Um sonho intenso" foi igualmente selecionado para o Festival É Tudo Verdade e será exibido na mostra “O Estado das Coisas”.
Para fazer este novo documentário, Mariani recorreu a vários personagens: à nata dos pensadores da economia brasileira, historiadores e sociólogos, que nos oferecem uma história comentada do desenvolvimento socioeconômico de 1930 até os dias atuais. "O que é o Brasil? O que é ser brasileiro?", pergunta no inicio do documentário o economista Carlos Lessa. "O que o Brasil tem de paradigmas para mostrar para o resto do mundo?”

FICHA TÉCNICA:
UM SONHO INTENSO
Produtora: Andaluz Produções
Duração: 1h 41min
Ano Produção: 2012 – 2014
Direção: José Mariani
Roteiro: José Mariani 
Consultor: Ricardo Bielschowsky
Fotografia: Guy Gonçalves, ABC
Montagem: Célia Freitas, edt; Fernanda Bastos, edt; 
Helena Lent, edt; José Mariani
Depoentes: Adalberto Cardoso, Carlos Lessa, Celso Amorim, 
Francisco de Oliveira, João Manuel, Cardoso de Melo, José Augusto Ribeiro, 
José Murilo de Carvalho, Lena Lavinas, Luiz Gonzaga Belluzzo, 
Maria Conceição Tavares, Ricardo Bielschowsky
Som Direto: Cristiano Maciel e Aloysio Compasso
Música: Aluísio Didier
Sonorização e mixagem: Bernardo Uzeda
Direção de Produção: Zeca Ferreira, Alvarina Souza e Silva e Jorge Sabino
Produção de Imagens de Arquivo: Antônio Venâncio
Produção Executiva: José Mariani
Assistente Produção Executiva: Daniela Muzi
Assistente de Produção e Direção: Daniela Muzi e Marina Garcia
Filmagem Aérea: AirCam
Finalização de Imagem: Marcelo Pedrazzi e AFINAL FILMES
Segunda Câmera: Pedro Urano

TRAILER:
https://www.youtube.com/watch?v=uA2jPz02Aaw



quinta-feira, 30 de abril de 2015

Dia dos Trabalhadores no CineBancários


     No dia 1º de maio, Dia Nacional dos Trabalhadores, na sessão das 15h, o CineBancários homenageia a todas as categorias de trabalhadores e trabalhadoras e promove uma sessão gratuita do filme belga “Dois Dias, Uma Noite”, de Jean -Pierre e Luc Dardenne. O filme conta uma história dramática sobre a solidariedade da classe operária num mundo cada vez mais consumido pela ganância empresarial. Com Marion Cotillard, Fabrizio Rongione, Catherine Salée.


SINOPSE:
Sandra (Marion Cotillard) perde seu emprego pois outros trabalhadores da fábrica preferiram receber um bônus ao invés de mantê-la na equipe. Ela descobre que alguns de seus colegas foram persuadidos a votar contra ela. Mas Sandra tem uma chance de reconquistá-lo. Ela e o marido (Fabrizio Rongione) têm uma tarefa complicada para o final de semana: eles devem visitar os colegas de trabalho e convencê-los a abrir mão de seus bônus, para que o casal possa manter o seu emprego. 

FESTIVAIS E PRÊMIOS:
* Seleção Oficial do Festival de Cannes e indicado ao Palma de Ouro;
* Vencedor do Grand Prix no International Cinephile Society Awards;
* Vencedor do Prêmio do Festival de Cinema de Sidney;
* Indicado ao Melhor Filme Internacional no Festival de Cinema de Munique;
* Indicado ao Melhor Filme Europeu pelo Voto Popular no European Film Awards;
* Marion Cotilard indicada ao Oscar de Melhor Atriz

FICHA TÉCNICA:
DOIS DIAS, UMA NOITE
País: Bélgica / Itália / França
Ano: 2014
Gênero: Drama
Duração: 95 minutos
Direção: Jean Pierre Dardenne e Luc Dardenne 
Produção: Luc Dardenne, Denis Freyd e Jean Pierre Dardenne 
Roteiro: Luc Dardenne e Jean Pierre Dardenne 
Cinematografia: Alain Marcoen 
Edição: Marie-Hélène Dozo 
Estúdio: Les Films du Fleuve 
Elenco: Marion Cotillard, Fabrizio Rongione, Olivier Gourmet, Pili Groyne, 
Simon Caudry, Catherine Salée e Batiste Sornin 


quinta-feira, 23 de abril de 2015

"O Olhar Invisível" estreia no CineBancários



     O premiado longa-metragem argentino “Olhar Invisível”, de Diego Lerman, estreia em Porto Alegre, dia 23 de abril, na sala de cinema do CineBancários. O filme ficará em cartaz até o dia 6 de maio. Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 

SINOPSE:
          Em Buenos Aires, no mês de março de 1982, a ditadura militar começa a ser contestada pelas ruas da cidade. María Teresa (Julieta Zylberberg), uma professora de 23 anos, trabalha no prestigioso Colégio Nacional de Buenos Aires, conhecido por formar as classes dirigentes do país. O chefe dos vigilantes, Sr. Biasutto (Osmar Núñez) percebe nela a candidata perfeita para ser o "olho invisível": aquela que vê tudo, que espia e controla todos, sem que eles saibam que estão sendo observados. Aos poucos, ela começa a levar essa missão muito a sério... O filme é baseado no romance "Ciências Morais" de Martin Koham. 


FESTIVAIS E PRÊMIOS:
      - Quinzena dos realizadores: Festival de Cinema de Cannes 2010;
      - Festival de Cinema do Rio 2010;
      - Ganhador do BAL Roteiro 2008;
      - Prêmio NHK do Festival de Cinema de Sundance;
   - Prêmio Condor de Prata de Melhor Atriz e Roteiro Adaptado no Asociación de Cronistas Cinematográficos de la Argentina;
      - Prêmio de melhor filme no Festival de Cinema de Havana



FICHA TÉCNICA:
O Olhar Invisível
Ano: 2010
Duração: 97 minutos
Gênero: Ficção
Argentina / Espanha / França
Diretor: Diego Lerman
Co-diretor: Frederico Rostein
Produção: Nicolás Avruj; Diego Lerman; Dominique Barneaud;
Marc Bordure; Luis Ángel Ramírez; Ignacio Monge e Rafael Álvarez
Roteiro: María Meira e Diego Lerman baseado na
novela “Ciencias Morales”, de Martín Kohan
Elenco: Julieta Zylberberg; Osmar Núñez;
Marta Lubos e Gaby Ferrero

TRAILER:
https://www.youtube.com/watch?v=p7rNrRXNOno

GRADE DE HORÁRIOS

28 de abril (terça-feira)
17h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
19h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman

29 de abril (quarta-feira)
17h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
19h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman

30 de abril (quinta-feira)
17h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
19h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman

1 de maio (sexta-feira)
15h - Sessão especial do dia do trabalhador e trabalhadora: Dois Dias, Uma Noite”, de Jean -Pierre e Luc Dardenne (ENTRADA FRANCA)
17h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
19h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman

2 de maio (sábado)
15h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
17h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
19h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman

3 de maio (domingo)
15h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
17h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman
19h - O Olhar Invisível, de Diego Lerman






quinta-feira, 16 de abril de 2015

CineBancários exibe o documentário "O Sal da Terra"


      O CineBancários exibirá em sua sala de cinema o premiado documentário "O Sal da Terra", de Juliano Ribeiro Salgado e Wim Wenders, entre os dias 16 a 22 de abril na sessão das 17h. Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 



       Em 40 anos de carreira, o fotógrafo Sebastião Salgado percorreu o mundo como testemunha de uma humanidade em plena transformação, registrando eventos de nossa história recente. Atualmente, dedica-se à descoberta de territórios virgens e suas grandes paisagens, ao encontro de uma fauna e de uma flora selvagens num gigantesco estudo fotográfico que contempla a beleza do planeta. Os bastidores desse novo projeto são revelados pelas lentes cinematográficas de Wim Wenders e de seu filho, Juliano Ribeiro Salgado.

        O Sal da Terra foi escolhido o melhor documentário no César 2015, o Oscar francês e  levou o prêmio especial do júri da seção Un Certain Regard no Festival de Cannes em 2014. O filme concorreu ao Oscar 2015 de Melhor Documentário.

FICHA TÉCNICA:

O SAL DA TERRA (Le Sel de La Terre)
França/Itália, 2014, 110 min.
Direção: Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado
Roteiro: Wim Wenders, Juliano Ribeiro Salgado e David Rosier
Produção: David Rosier
Fotografia: Hugo Barbier e Juliano Ribeiro Salgado
Edição: Maxine Goedicke, Rob Myers
Elenco: Sebastião Salgado, Lélia Wanick Salgado
Distribuição: Imovision


quinta-feira, 9 de abril de 2015

"Violette" permanece em cartaz no CineBancários até 22 de abril


Depois de três sessões de pré-estreia no Dia Internacional da Mulher, o filme "Violette", de Martin Provost, entra em cartaz no CineBancários no dia 9 de abril, nas sessões das 14h30 e 20h. Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00.
 
Passando-se em Paris, meados do século XX, Violette (interpretada por Emmanuelle Devos) se vê como uma mulher feia e desinteressante. Porém se por um lado a ausência de autoestima domina a sua vida, por outro a faz refletir sobre as relações entre as pessoas e, em especial, sobre a condição feminina. São essas reflexões que ela passa para o papel. Até que um dia conhece a autora por quem tem a maior admiração: Simone de Beauvoir (Sandrine Kiberlain). Simone elogia a força e interpidez de Violette e a encoraja a desenvolver o talento, não se conter e desafiar todos os limites. No meio dessa relação, elas acabam se envolvendo em vários níveis.

FICHA TÉCNICA:
Direção: Martins Provost
Roteiro: Martins Provost, Marc Abdelnour, René de Ceccatty
Produção: TS Productions, France 3 Cinéma, Climax Films
Fotografia: Yves Cape
Edição: Ludo Troch
Gênero: Drama
País: França
Ano: 2013
COR
Tempo: 139 minutos
Classificação: 14 anos.
Elenco: Emmanuelle Devos, Sandrine Kiberlain, Olivier Gourmet, Catherine Hiegel, Jacques Bonaffé, Olivier Py.

MAIS INFORMAÇÕES:
- Baseado na vida da grande escritora Violette Leduc e sua mentora/objeto de desejo Simone de Beauvoir

- Seleção Oficial – Festival Internacional de Toronto



CRÍTICA:
“Um drama de época muito bem realizado” – The Hollywood Reporter

“A pioneira escritora feminista Violette Leduc recebe uma biografia digna de sua vida” - Variety

“Emmanuelle Devos nos oferece o papel mais apaixonante e exageradamente louco de toda a sua carreira” - IndieWire

TRAILER:
https://www.youtube.com/watch?v=Wkwell8CamI