Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 26 de março de 2015

“Branco Sai, Preto Fica” e “Senhor do Labirinto” no CineBancários



      “Branco Sai, Preto Fica” e “O Senhor do Labirinto” estreiam na sala de cinema do CineBancários dia 26 de março (quinta-feira). Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 


Dirigido por Adirley Queirós e grande vencedor do Festival de Brasília em 2014, “Branco Sai, Preto fica” recebeu o prêmio de Melhor Filme de longa metragem dado pelo júri oficial do Festival, além de outras dez premiações, entre elas, Melhor Ator, Melhor Direção de Arte e Melhor Montagem. Internacionalmente, o filme foi exibido no Festival de Mar del Plata, de onde saiu com o prêmio de Melhor Filme, Festival de Vienna, Hamburgo entre outros.

Sinopse: Tiros em um baile black na periferia de Brasília ferem dois homens. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva. 
O longa narra uma violenta ação policial em um baile black, discute racismo e exclusão na periferia de Brasília.

Diretor: Adirley Queirós é diretor de cinema e roteirista. Dos 16 aos 25 anos foi jogador de futebol profissional. Afastado da carreira, retornou os estudos. Aos 28 anos ingressou na Universidade de Brasília (UnB), onde graduou-se em Cinema em 2005, já com 35 anos. Desde então, tem uma atuação cultural constante, principalmente junto à periferia do Distrito Federal, mais especificamente na cidade de Ceilândia/DF. Durante este tempo realizou filmes, foi curador de mostras de cinema, jurado de festivais e realizador de encontros para formação na área de cinema. Em 2005, realizou o filme “Rap, O Canto da Ceilândia”, documentário curta-metragem que ganhou treze prêmios no Brasil
Em 2009, foi diretor, roteirista e produtor executivo dos filmes “Dias de Greve” (ficção, 35mm, 24 min) e do filme “Fora de Campo” (documentário para TV, 52 min, vídeo digital).
Em 2010, foi diretor, roteirista e produtor executivo do premiado “A Cidade É Uma Só?”, ganhador de vários festivais no Brasil, inclusive a Mostra de Cinema de Tiradentes, tendo participado de alguns festivais internacionais, dentre eles Word Cinema Amsterdam, Brazilian Hollywood Festival - Los Angeles, BAFICI – Argentina.

Festivais e prêmios:
Festival de Brasilia do Cinema Brasileiro (Melhor filme, Melhor Ator para Marquim Do Tropa, Melhor Direção de Arte, Troféu Câmera Legislativa: Melhor Longa Metragem, Melhor Ator, Melhor edição de som, Melhor capacitação de Som. Prêmio de Exibição TV Brasi, Prêmio Abracine:  Melhor Longa Metragem)
Festival Internacional De Cine Mar Del Plata (Melhor filme na Mostra Latino Americana)
Mostra de tiradentes (Menção Honrosa do Júri Oficial e do Júri Popular)
Festival de Curitiba Olhar de Cinema (Prêmio Olhares Brasil, Prêmio Especial do Júri)
Cachoeira Doc (Melhor Filme pelo Júri Oficial, Melhor Filme pelo Júri Jovem)
Mostra Internacional De São Paulo 
Festival Internacional De Fronteiras (Melhor Filme na Mostra Competitiva Internacional de Longas)
Vitória Cine Vídeo (Melhor Roteiro, Melhor Desenho de Som)
Panorama Internacional Coisa De Cinema 
Semana Dos Realizadores Rio De Janeiro
Doc Lisboa
Vienalle
Festival De Hamburgo
Tourino Film Festival

Trailer: http://bit.ly/1uYPeY6

Ficha Técnica:
BRASIL 
Gênero: Ficção Cientifica 
Duração: 90 min 
Ano: 2014
Direção: Adirley Queirós
Elenco: Marquim, Shokito, Dilmar Durães, Jamaika
Produção: Cinco da Norte
Distribuição: Vitrine Filmes



Baseado no livro “Arthur Bispo do Rosario – O senhor do labirinto”, de Luciana Hidalgo, o filme tem direção de Geraldo Motta Filho e co-direção de Gisella Mello, passou pela Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e venceu o prêmio de melhor filme na escolha do júri popular do Festival do Rio.  O diretor e a escritora também são responsáveis pelo roteiro do longa de ficção.

Sinopse: “O Senhor do Labirinto” começa numa abafada noite de 22 de dezembro de 1938, quando, guiado por um imaginário exército de anjos, Arthur Bispo do Rosario sai pelas ruas do Rio de Janeiro com o propósito de anunciar ao mundo que é o “Enviado”, e que está encarregado por Deus de “julgar os vivos e os mortos”. Diagnosticado como esquizofrênico-paranoico, Bispo é internado na Colônia Juliano Moreira. Em meio à clausura e à violência desta instituição psiquiátrica, ele produz, ao longo de 50 anos, assombrado por misticismos e alucinações, um acervo de bordados, estandartes e assemblages com insuspeitos traços de arte pop contemporânea.
O personagem principal é interpretado por Flávio Bauraqui (do longa “Faroeste Caboclo” e da novela “Meu Pedacinho de Chão”). Irandhir Santos (de “Tatuagem”, “A História da Eternidade”, “Ausência” e “Tropa de Elite”) faz o papel de Wanderley, funcionário da instituição e Maria Flor (de “360”) interpreta a psicóloga Rosângela.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=8BWMBGwL82A

Ficha técnica:
Gênero: Ficção
Duração: 80 min
Direção: Geraldo Motta
Co-direção: Gisella de Mello
Roteiro: Geraldo Motta, Luciana Hidalgo
Elenco: Flávio Bauraqui, Irandhir Santos, Maria Flor, Odilon Esteves, Eriberto Leão, Luiz Carlos Reis, Rodrigo Riszla, Edlo Mendes, José Carlos Ngão, Andrea Villela, Diane Velôso
Fotografia: Kátia Coelho
Montagem: Karen Akerman
Direção de Arte: Sérgio Silveira
Figurino: Simone Aquino
Trilha Sonora: Egberto Gismonti
Som: Toninho Muricy
Produtora: Tibet Filme
Distribuidora: Eh! Filmes

GRADE DE HORÁRIOS
26 de março (quinta-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

27 de março (sexta-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

28 de março (sábado)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

29 de março (domingo)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

31 de março (terça-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello

1º de abril (quarta-feira)
15h – Branco Sai Preto Fica, de Adirley Queirós
17h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello
19h – O Senhor do Labirinto, de Geraldo Motta Filho e Gisella de Mello


terça-feira, 17 de março de 2015

Mostra Cavideo no CineBancários



      O CineBancários traz a Porto Alegre a mostra Cavideo, onde o público poderá ver uma retrospectiva com os melhores produções em longa metragem da produtora carioca entre os dias 19 a 25 de março, nas sessões das 15h, 17h e 19h. Serão filmes já premiados e outros que deverão ser lançados no circuito de cinemas Brasil afora em 2015.

      A Cavideo abriu suas portas em 1997 como uma pequena locadora, alguns anos depois se tornou referencia dos cinéfilos cariocas e ponto de encontro dos amantes de cinema. De locadora, virou cineclube, depois produtora de eventos culturais, distribuidora de curtas e finalmente produtora e distribuidoras de filmes nacionais independentes. Nesses ultimos 10 anos produziu 37 longas e 95 curta metragens ganhando 187 prêmios em festivais nacionais e internacionais de cinema.

      A produtora Cavideo hoje funciona como uma espécie de cooperativa onde transitam realizadores de favela, zona sul, jovens e experientes diretores, realizadores em seu primeiro filme e outros com muitos filmes no curriculo. Uma pluraridade enorme que reflete tambem nos diversificados temas e conteudos de seus filmes produzidos. Quase sempre com filmes de baixo orçamento realizados sem ajuda de editais e dinheiro público. Usando a parceria e a criatividade como matéria-prima para realização de suas produções.

PROGRAMAÇÃO:
“DOIS CASAMENTOS”:
Direção: Luiz Rosemberg Filho / Ficção / 65 minutos / 2014 / Sinopse: Duas noivas, enquanto aguardam ir para o altar, conversam sobre a vida, o afeto e o casamento / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=hmPtdMxBd-8

“CIDADE DE DEUS: 10 ANOS DEPOIS”: 
Direção: Cavi Borges e Luciano Vidigal / Documentário / 68 minutos / 2013 / Sinopse: Documentário sobre a vida dos atores que participaram do filme “Cidade de Deus” 10 anos depois do lançamento do longa / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=jUPSQpdifho



“SETENTA”:
Direção: Emilia Silveira / Documentário / 95 minutos / 2013 / Sinopse: No ano de 1970, 70 presos políticos são trocados pelo embaixador Suíço seqüestrado e se exilam no Chile. O documentário conta o que aconteceu com esses brasileiros / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=3xcLk31n6C8

“COPA VIDIGAL”:
Direção: Luciano Vidigal / Documentário / 75 minutos / 2010 / Sinopse: Campeonato de futebol de favelas organizado pelo professor de futebol Cypa, no morro do Vidigal, Rio de janeiro, com o objetivo de resgatar a paz através do esporte, numa área que estava traumatizada com uma recente guerra entre traficantes / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=7Wakhn_Zu7g

“RIO EM CHAMAS”:
Direção: Coletiva / Documentário / 109 minutos / 2014 / Sinopse: 13 curtas realizados por 13 diretores diferentes sobre as passeatas iniciadas em junho de 2013 / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=h9XRp2YcHwE

“VIDA DE BALCONISTA”:
Direção: Cavi Borges e Pedro Monteiro / Ficção / 73 minutos / 2008 / Sinopse: um dia muito louco na vida de um balconista de locadora / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=dY27YJE1Sl4



“PARAISO AQUI VOU EU”:
Direção: Cavi Borges e Walter Daguerre / Ficção / 76 minutos / 2011 / Sinopse: “Onde será esse tal paraíso? Na Austrália?” / Trailer: https://vimeo.com/66766847

“ VAMOS FAZER UM BRINDE”: 
Direção: Sabrina Rosa e Cavi Borges / Ficção / 68 minutos / 2010 / Sinopse: Sete amigos se reencontram na noite de reveillon e discutem suas vidas / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=QMkL8vSPCSs



“MENTIRAS SINCERAS”: 
Direção: Pedro Asbeg / Documentário / 2012 / 77 minutos / Sinopse: Os bastidores de uma peça de teatro onde vida e atuação se misturam / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=2fv-mxjN5J4



“ENCHENTE”:
Direção: Julio Pecly e Paulo Silva / Documentário / 2009 / 60 minutos / Sinopse: Dia 13 de fevereiro de 1997 uma enchente atingiu o bairro da Cidade de Deus deixando vários mortos e centenas desabrigados. Um problema que já acontece no Rio de janeiro ha muito tempo / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=d7g7jcF_iT0

“AS BATIDAS DO SAMBA”:
Direção: Bebeto Abrantes / Documentário / 2010 / 83 minutos / Sinopse: Uma reflexão sobre a evolução do samba e suas batidas / Vídeo do “Revista do Cinema”: https://www.youtube.com/watch?v=qKFN3N1NugU

“COWBOY”:
Direção: Abelardo de Carvalho / Documentário / 2011 / 70 minutos / Sinopse: “O valor do homem ninguém tira, como ninguém pôe” / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=xnClY1DzxXY

“L.A.P.A”: 
Direção: Cavi Borges e Emilio Domingos / 2008 / 74 minutos / Sinopse: Documentário sobre acena HipHop do Rio de janeiro sendo o bairro da Lapa o maior ponto de encontro dessa turma / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=C3zTQqqlvBU



“RISCADO”:
Direção: Gustavo Pizzi / Ficção / 2010 / 83 minutos / Sinopse; As dificuldades de uma atriz de sobreviver fazendo a sua arte / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=KEiU3ZBnViE



“ORLANDO”: 
Direção: Alexandre Rudah / Ficção / 2014 / 73 minutos / Sinopse: livre adaptação do livro de Virginia Woolf / Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=Pai4xGoWbzA

GRADE DE HORÁRIOS:
19 de março (quinta-feira)
15h - Cidade de Deus: 10 Anos Depois, de Cavi Borges e Luciano Vidigal
17h - Dois Casamentos, de Luiz Rosemberg Filho
19h – Setenta, de Emilia Silveira

20 de março (sexta-feira)
15h - L.A.P.A., de Cavi Borges e Emilio Domingos
17h - Copa Vidigal, de Luciano Vidigal
19h - Batidas do Samba, de Bebeto Abrantes

21 de março (sábado)
15h – Mateus, o Balconista, de Cavi Borges e Pedro Monteiro
17h - Vamos Fazer um Brinde, de Sabrina Rosa e Cavi Borges
19h - Riscado, de Gustavo Pizzi

22 de março (domingo)
15h – Orlando, de Alexandre Rudah
17h - Paraíso Aqui Vou Eu, de Cavi Borges e Walter Daguerre
19h - Mentiras Sinceras, de Pedro Asbeg

24 de março (terça-feira)
15h - Cowboy, de Abelardo de Carvalho
17h - Setenta, de Emilia Silveira
19h - L.A.P.A., de Cavi Borges e Emilio Domingos

25 de março (quarta-feira)
15h - Rio em Chamas, de Coletiva
17h - Enchente, de Julio Pecly e Paulo Silva
19h - Cidade de Deus: 10 Anos Depois, de Cavi Borges e Luciano Vidigal

Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 

segunda-feira, 2 de março de 2015

Programação especial para o dia internacional da mulher no CineBancários


      O CineBancários segue a tradição de celebrar o Dia Internacional da Mulher promovendo uma programação especial para a data. Esse ano, a sala de cinema do Sindicato dos Bancários antecipará a pré-estreia do filme "Violette", de Martin Provost, em três sessões exclusivas e com entrada franca no dia 8 de março (domingo), às 15h, 17h e 19h. O longa entra em cartaz no dia 9 de abril (quinta-feira).
      Passando-se em Paris, meados do século XX, Violette (interpretada por Emmanuelle Devos) se vê como uma mulher feia e desinteressante. Porém se por um lado a ausência de autoestima domina a sua vida, por outro a faz refletir sobre as relações entre as pessoas e, em especial, sobre a condição feminina. São essas reflexões que ela passa para o papel. Até que um dia conhece a autora por quem tem a maior admiração: Simone de Beauvoir (Sandrine Kiberlain). Simone elogia a força e interpidez de Violette e a encoraja a desenvolver o talento, não se conter e desafiar todos os limites. No meio dessa relação, elas acabam se envolvendo em vários níveis.

FICHA TÉCNICA:
Direção: Martins Provost
Roteiro: Martins Provost, Marc Abdelnour, René de Ceccatty
Produção: TS Productions, France 3 Cinéma, Climax Films
Fotografia: Yves Cape
Edição: Ludo Troch
Gênero: Drama
País: França
Ano: 2013
COR
Tempo: 139 minutos
Classificação: 14 anos
ELENCO: 
Emmanuelle Devos, Sandrine Kiberlain, Olivier Gourmet, Catherine Hiegel, Jacques Bonaffé, Olivier Py.

MAIS INFORMAÇÕES:

- Baseado na vida da grande escritora Violette Leduc e sua mentora/objeto de desejo Simone de Beauvoir

       - Seleção Oficial – Festival Internacional de Toronto

CRÍTICA:
Um drama de época muito bem realizado” – The Hollywood Reporter

A pioneira escritora feminista Violette Leduc recebe uma biografia digna de sua vida” - Variety

Emmanuelle Devos nos oferece o papel mais apaixonante e exageradamente louco de toda a sua carreira” - IndieWire


TRAILER:

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Estreia e sessão especial de “Jardim Europa” no CineBancários




  “Jardim Europa” estreia na programação do CineBancários no dia 26 de fevereiro (quinta-feira), às 15h, 17h e terá uma uma sessão especial gratuita às 19h do mesmo dia, procedida de um debate com o diretor e cineasta uruguaio Mauro Baptista Vedia e os críticos de cinema Fernando Mascarello e Marcus Mello. 

  O filme é produto de um processo de criação que levou 10 meses de ensaio e realizado sem verba e em sistema de cooperativa, foi filmado em 2004, editado entre 2005 e 2008, ganhou edital da Prefeitura de Finalização. O longo processo de criação de personagens, situações e cenas levou Mauro Baptista Vedia a fazer um longa sem roteiro escrito, com o resultado de personagens extremamente paulistas e realistas e interpretações intensas. 

SINOPSE:

  “Jardim Europa” conta a história de uma família decadente: A mãe, Eleonora, e seus três filhos já adultos, o escritor Luis Felipe, Ana Luiza e Mariana, que moram em um dos bairros mais ricos de São Paulo, o Jardim Europa, e não querem sair de lá. 

  O filho frequenta uma loja de livros usados, onde fica amigo do dono, Juarez, e de seu empregado, Pampolini, sujeito engraçado que mora no bairro operário de Vila Ema, na Zona Leste. Juarez é importunado diariamente pela irmã, Janice e Eleonora começa um romance com Juarez. 

  Um dia, o pai da família, o aristocrata e boêmio Alberto, chega em casa no Jardim Europa, depois de estar longe durante vários anos, e se instala sem pedir permissão.

FICHA TÉCNICA:

Brasil, 2013, 77min
Diretor: Mauro Baptista Vedia
Roteiro: Mauro Baptista Vedia
Elenco: Cinthia Zaccariotto, Fernanda Catani, Ester Laccava, Helena Figueira, Horácio Penteado, Marcos Cesana, Laerte Mello, Sílvio Restiffe
Montagem: Michael Ruman. 
Direção de Fotografia e Câmera: Rodolfo Figueiredo. 
Figurino: Maité Chasseraux
Direção de Arte: Júlio Miquelini
Trilha, composição e Arranjo: Pedro Jaguaribe e Zé Godoy
Som Direto: Kira Pereira
Finalização de Som: Daniel Marquez
Direção de Produção: Andre Scarlatti
Produção de Set: Ludmila Cervenka
Produção Executiva e de Finalização: Luis Dantas
Produção: Kashmir/Plano Geral/ Limiar
Co-produtora: Claudia Jaguaribe
Produção: Mauro Baptista Vedia e Luis Dantas

SITE OFICIAL:

http://jardimeuropaofilme.com.br/imprensa.html

TRAILER:

https://www.youtube.com/watch?v=0K0hOwjyaGU

GRADE DE HORÁRIOS:

26 de fevereiro (quinta-feira)
15h – Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
17h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

19h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia (Sessão especial com o diretor Mauro Baptista Vedia e os críticos Fernando Mascarello e Macus Mello)

27 de fevereiro (sexta-feira)
15h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
17h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

19h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

28 de fevereiro (sábado)
15h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
17h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
19h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

1º de março (domingo)
15h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
17h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
19h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

3 de março (terça-feira)
15h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
17h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
19h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

4 de março (quarta-feira)
15h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
17h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia
19h - Jardim Europa, de Mauro Baptista Vedia

Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

CineBancários volta com “Miss Violence” após o carnaval



  Após o período de comemoração do carnaval, o CineBancários volta com sua programação normal exibindo o filme Miss Violence, do grego Alexandro Avranas. O longa, vencedor do Leão de Prata de direção e da Copa Volpi de melhor ator para Themis Panou no Festival de Veneza de 2013, volta em cartaz na sala de cinema no dia 18 de fevereiro, nas sessões das 15h, 17h e 19h.

  O longa, segundo a Zero Hora, é um dos grandes destaques de 2015 nas telas da Capital e ganhou espaço no Segundo Caderno da edição de hoje. Lembrando que os críticos do jornal classificaram "Miss Violence" com quatro bolinhas pretas de cinco. 

  O filme trata de um tema polêmico: a violência velada, que se passa entre quatro paredes. No dia de seu aniversário de 11 anos, Angeliki pula da sacada e morre com um sorriso no rosto. Enquanto a polícia e o serviço social tentam descobrir a razão para o aparente suicídio, a família da menina insiste que foi tudo um acidente. Qual é o segredo que Angeliki guardou com ela? Por que sua família insiste em tentar esquecê-la e seguir em frente?

FICHA TÉCNICA:
2013 / Grécia / Drama / 98 minutos
Direção: Alexandros Avranas
Roteiro: Alexandros Avranas, Kostas Peroulis
Fotografia: Olympia Mytilinaiou
Montagem: Nikos Helionidis
Elenco: Themis Panou, Reni Pittaki, Eleni Roussinou
Produtor: Alexandros Avranas, Vasilis Chrysanthopoulos
Produção: Faliro House, Plays2Place
Distribuição: Esfera Cultural
Classificação Indicativa: 18 anos

GRADE DE HORÁRIOS:
18 de fevereiro (quarta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

19 de fevereiro (quinta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

20 de fevereiro (sexta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

21 de fevereiro (sábado)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

22 de fevereiro (domingo)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

24 de fevereiro (terça-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

25 de fevereiro (quarta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

CineBancários abre 2015 com o premiado filme "Miss Violence"



O CineBancários abre suas atividades de 2015 com a estreia do premiado filme "Miss Violence", de Alexandro Avranas. O longa, vencedor do Leão de Prata de direção e da Copa Volpi de melhor ator para Themis Panou no Festival de Veneza de 2013, entra na programação do cinema do Sindicato dos Bancários no dia 5 de fevereiro, nas sessões das 15h, 17h e 19h.

  "Miss Violence" trata de um tema polêmico: a violência velada, que se passa entre quatro paredes. No dia de seu aniversário de 11 anos, Angeliki pula da sacada e morre com um sorriso no rosto. Enquanto a polícia e o serviço social tentam descobrir a razão para o aparente suicídio, a família da menina insiste que foi tudo um acidente. Qual é o segredo que Angeliki guardou com ela? Por que sua família insiste em tentar esquecê-la e seguir em frente?

                                                      

FICHA TÉCNICA:

2013 / Grécia / Drama / 98 minutos
Direção: Alexandros Avranas
Roteiro: Alexandros Avranas, Kostas Peroulis
Fotografia: Olympia Mytilinaiou
Montagem: Nikos Helionidis
Elenco: Themis Panou, Reni Pittaki, Eleni Roussinou
Produtor: Alexandros Avranas, Vasilis Chrysanthopoulos
Produção: Faliro House, Plays2Place
Distribuição: Esfera Cultural
Classificação Indicativa: 18 anos

TRAILER:
https://www.youtube.com/watch?v=5C-CFHmFu88

GRADE DE HORÁRIOS:
5 de fevereiro (quinta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

6 de fevereiro (sexta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

7 de fevereiro (sábado)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

8 de fevereiro (domingo)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

10 de fevereiro (terça-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

11 de fevereiro (quarta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

12 de fevereiro (quinta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas

13 de fevereiro (sexta-feira)
15h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
17h - Miss Violence, de Alexandro Avranas
19h - Miss Violence, de Alexandro Avranas


14 a 17 de fevereiro – O CineBancários estará fechado por causa do carnaval


Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00. 

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Recesso do CineBancários


         O CineBancários irá entrar em recesso no dia 31 de dezembro e voltará com suas atividades do dia 5 de fevereiro de 2015. Lembrando também que nos dias 24 e 25 de dezembro não iremos exibir o filme "Libertem Angela Davis" por causa da celebração do Natal. Nos restantes dias do mês a sala de cinema estará funcionando, menos nas segundas-feiras.
          O filme que marcará a volta do nosso cinema, dia 5 de fevereiro, é Miss Violence, de Alexandros Avranas. O CineBancários e toda a equipe do SindBancários deseja a todos os amigos e seguidores excelentes festas, comemorações e um feliz natal e 2015 desde já.



GRADE DE HORÁRIOS
23 de dezembro (terça-feira)
15h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
17h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
19h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
26 de dezembro (sexta-feira)
15h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
17h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
19h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
27 de dezembro (sábado)
15h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
17h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
19h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
28 de dezembro (domingo)
15h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
17h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
19h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
30 de dezembro (terça-feira)
15h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
17h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch
19h – Libertem Angela Davis, de Shola Lynch

Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$6,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$3,00.